Marketing Olfativo

Juri para o Prêmio Atualidade Cosmética
26 de setembro de 2013
Vollmens Day em Porto Alegre
22 de outubro de 2013

Marketing Olfativo

O marketing olfativo compreende um recurso sensorial, utilizado em estratégias e campanhas de marketing para criar um vinculo emocional entre o cliente e a marca. Integrar fragrâncias a um ponto de vendas ou associá-las a uma marca é praticar o marketing olfativo.

É através do olfato que identificamos o mundo ao nosso redor, sem ele também não sentimos gosto, quem já teve uma boa gripe e perdeu o olfato por alguns dias sabe como comida é um desprazer quando chocolate e quiabo podem ter o mesmo gosto. Esta é o que podemos chamar de uma ligação indireta do olfato com nossos sentimentos referentes a outros sentidos. Já a associação direta do olfato com o emocional ocorre entre o nosso Córtex Olfativo e o sistema límbico, a parte do nosso cérebro responsável pela Memória, Aspectos Emocionais e Motivacionais do Comportamento.

São inúmeras as soluções criativas que exploram o marketing olfativo. Desde marcas de cafeteria que desejam aumentar suas vendas e consolidar-se na rotina do consumidor, ou carros que são perfumados após saírem da linha de montagem, até perfumar a recepção de um consultório ou escritório, ou o interior de uma loja de roupas, com uma fragrância exclusiva, que vai levar a identidade da loja para a casa do cliente.

A proposta do marketing olfativo tem o objetivo de inovar, promovendo uma nova experiência para o consumidor e ganhando o portfólio de grandes marcas, oferecendo uma solução eficaz para conectá-la com seus clientes. O segredo está na união de bons profissionais na área de fragrâncias, que entendam o consumidor, suas preferências e comportamento com profissionais de marketing que comuniquem o “cheirinho especial” de forma sutil, porém criativa e descontraída.

Os comentários estão encerrados.